Quais as diferenças entre CDB e LC?

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
cdb e lc

CDB e LC são dois tipos de investimento de renda fixa que possuem algumas características semelhantes. Além de serem compostos por siglas, eles também podem confundir o investidor por conta de outras questões, como rentabilidade, prazos, etc. 

Nesse texto, vamos comparar as duas aplicações e tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto. Assim, você não terá mais dúvidas na hora de montar sua carteira de investimentos e saberá qual deles é a melhor opção para você. Acompanhe! 

Quais são as semelhanças entre CDB e LC?

Para começar, vamos explicar quais são as semelhanças entre os dois tipos de investimento. 

Como já mencionamos acima, ambos são investimentos de renda fixa. Por isso, são conhecidos como duas das opções mais seguras do mercado, pois permitem que o investidor saiba qual será o rendimento da sua aplicação no momento da compra. 

Os CDBs (Certificado de Débito Bancário) são emitidos por bancos, enquanto as LCs (Letras de Câmbio) são emitidas por instituições financeiras. Ambos são considerados investimentos de baixo risco porque essas empresas utilizam o dinheiro para financiarem suas atividades de crédito. 

Os investidores podem fazer suas aplicações diretamente com o banco ou financeira, como também podem optar por intermédio de uma corretora. 

Como CDB e LC funcionam?

Para que você possa entender melhor, vamos explicar cada tipo de investimento separadamente. 

CDB 

Emitido por bancos, o investidor empresta determinada quantia para a empresa por um prazo específico. O benefício é que quando o título chegar ao vencimento, você receberá a quantia de volta, somada aos juros que o dinheiro rendeu durante o período em que ficou investido.

Qual é a rentabilidade do CDB?

O CDB trabalha com dois tipos de rentabilidade, a prefixada e a pós-fixada. No primeiro caso, o investidor sabe exatamente quanto o dinheiro vai render no momento da aplicação. Geralmente, é especificado com uma porcentagem anual, como 12% ao ano. 

Já no CDB pós-fixado, a rentabilidade é apresentada apenas na data de vencimento do título. Isso acontece porque o rendimento é baseado em um indexador, como o CDI, por exemplo. Sendo assim, um título pode oferecer a rentabilidade de 110% do CDI. Outro índice utilizado nesses casos é o IPCA. 

Qual é o prazo de vencimento do CDB?

Os prazos do CDB costumam variar de 1 a 5 anos, permitindo que o investidor possa diversificar a sua carteira a curto, médio e longo prazo. 

É importante ficar atento na liquidez do investimento. Na maioria dos casos, os bancos permitem que o investidor resgate o dinheiro quando quiser, mas em alguns casos existe uma data determinada. 

LC

A LC funciona de uma maneira bastante parecida que o CDB. Nesse caso, o investidor irá emprestar uma quantia para a instituição financeira, que irá devolver o valor acrescido de juros na data determinada para resgate. 

Qual é a rentabilidade da LC?

O tipo de LC mais comum é a pós-fixada, mas algumas opções prefixadas também podem ser encontradas. O percentual indexador atrelado é o CDI ou o IPCA, assim como o CDB. Da mesma forma, a remuneração só é apresentada na data de vencimento. 

Qual é o prazo de vencimento da LC?

Na maioria dos casos, as LCs não costumam ultrapassar três anos de vencimento. Também não é possível resgatar o dinheiro antes do prazo. Quando o investidor tem essa opção, o rendimento é menor. 

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Entre em contato com um dos nossos Sponsors! Para ficar por dentro de tudo sobre o mundo dos investimentos, continue acompanhando o conteúdo do Blog da DTRADERS!